+55 (46) 3263-1121
Início / A Alroma

Missão

Contribuir para a disseminação do tijolo ecológico e preservação do meio ambiente através do desenvolvimento de máquinas e novas ideias, garantindo produtos de qualidade que respeitem a integridade dos colaboradores e superem as expectativas dos clientes.

Visão

Ser a melhor empresa na contribuição para o crescimento do consumo e fabricação de tijolos ecológicos no Brasil.

Valores

Comprometimento, honestidade, respeito, segurança, tradição e pontualidade.

imagem sobreAlroma iniciou no ramo de tijolos ecológicos em 2005, produzindo de uma maneira artesanal utilizando o maquinário existente no mercado: betoneira, triturador, peneira e prensa manual. Quem integrava a equipe era: Rogério Restelli, Deomir Restelli, Alex Restelli, Marcelo Restelli e Lourdes Restelli, além de outros 2 colaboradores contratados. No mesmo ano realizamos nossa primeira obra, que pode ser visitada até hoje no terreno da nossa fábrica, em Palmas (PR). Milhares de tijolos foram descartados até atingirmos uma qualidade ideal para comercialização, investimos muito tempo e dinheiro em pesquisa sobre a matéria prima.

Nós sempre buscamos excelência em nossos serviços e logo percebemos a necessidade do treinamento da mão de obra para utilização do tijolo ecológico, foi aí que surgiu a ideia do DVD Passo a Passo Tijolo Ecológico, que hoje está gratuitamente disponível no Youtube. O Rogério escreveu, dirigiu e atuou neste trabalho. A partir desse passo, fabricantes de todo o Brasil passaram a reconhecer a qualidade dos tijolos Alroma e a sua contribuição na padronização do método construtivo com tijolos modulares solo-cimento.

Enquanto isso, Sr. Deomir Restelli, que nesse tempo já possuía experiência de 25 anos no ramo da mecânica de caminhões, percebia as dificuldades, pelo excesso de esforço físico da família em produzir o tijolo e passou a desenvolver o primeiro multiprocessador, composto de ferro-velho e outros materiais reaproveitados.

imagem sobreEvoluímos da prensa manual para a prensa hidráulica. Agora com o multiprocessador, conseguíamos produzir cerca de 1200 unidades/dia com 4 colaboradores. A qualidade melhorou bastante com uma mistura mais homogênea e uma prensagem maior, mas não chegava nem perto do que hoje é alcançado nas Prensas Alroma.

Outros fabricantes começaram a nos visitar para trocar experiências sobre o tijolo e em 2011 passou a haver o interesse sobre aquele ferro-velho retorcido que misturava, triturava e peneirava o solo (na época não havia o sistema de skip). Tentamos vender o projeto às empresas que já fabricavam equipamentos, porém eles não visualizaram viabilidade na máquina. Foi o que nos impulsionou a produzir e comercializar por conta própria.

Nessa época já havia o pensamento que poderíamos melhorar também o processo de prensagem. Começamos a analisar todos os detalhes de prensas existentes no mercado, fizemos muitas adaptações na máquina que utilizávamos. Em 2014 demos início, oficialmente, no desenvolvimento de uma prensa que pudesse preencher todos os gargalos existentes até então na produção. Em 2015 estava pronta, e como resultado surgiu a possibilidade de se utilizar o material extremamente úmido, o que deu origem ao método de cura exclusivo de quem utiliza máquinas Alroma e à qualidade encontrada hoje.

Hoje seguimos em troca de experiências com nossos parceiros de maneira a atendê-los em projetos futuros. Rumo à indústria 4.0, acreditamos que somente com uma qualidade inigualável podemos popularizar o tijolo ecológico. Por isso, todo nosso conhecimento é compartilhado com aqueles que iniciam com nossas máquinas. As máquinas, por sua vez, são revisadas constantemente e continuarão a receber upgrades.

imagem sobre imagem sobre